Presidente do TST determina 80% das operações do Metrô-DF nos horários de pico

A presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministra Maria Cristina Peduzzi, determinou, a manutenção do funcionamento de 80% dos trens da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) nos horários de pico, durante a greve dos metroviários. A medida leva em conta o risco de contaminação e de disseminação da Covid-19 no transporte público.

Entenda o caso com a repórter Luanna Carvalho.


Link original

Powered by WPeMatico